Anuncios

sábado, 7 de janeiro de 2017

Solução NAS - EMC Isilon (Simulador)



Boa noite pessoal, tudo bem?

Nos dias de hoje muitas coisas em relação à infraestrutura estão mudando e principalmente quando falamos de storage.

Hoje é comum termos a ideia de colocar tudo na Nuvem e não se preocupar com a infraestrutura que está sustentando isso tudo, quando falamos de Cloud Privada também onde muitas vezes nossa companhia ou parte dela sequer sabe como funciona a infraestrutura que está por trás daquele portal ou do fluxo onde se solicita os servidores virtuais.

Bem, mesmo com todas essas mudanças, alguns conceitos de storage e do "legado" da infraestrutura do passado é o que vamos levar por toda uma vida até mesmo para fazer analogias e poder abstrair conceitos mais atuais.
O mais certo é que nem todas as empresas estão tão avançadas assim quanto a recursos de infraestrutura, então, temos que saber como funcionam as infraestruturas antigas pois elas ainda são a "nossa" produção.

Um dos tipos de storage mais utilizados até mesmo por seu baixo custo são os storage do tipo NAS (Network attached storage), onde todos os demais servidores e ambientes acessam os recursos de armazenamento através de rede IP.

A performance vai depender muito da configuração e do porte da rede, porém, a maioria senão todos os ambientes podem e conseguem fazer uso de um storage NAS.

Ele pode ser criado à partir de servidores que oferecem uma redundância na camada de discos (RAID) e interfaces de rede no formato BOND (redundância e throughput maior) ou SINGLE, apenas uma interface provendo comunicação sendo assim ponto de falha caso este recurso não esteja funcionando corretamente.

Para a galera que já está entrando no grupo "das antigas" assim como eu... =D, já devem ter ouvido falar de FileServer, FreeNAS, EMC Celerra, EMC Isilon, Netapp... Dentre outros.

Por muito tempo trabalhei com o EMC Celerra!
Fantástico quanto a redundância, capacidade de entrega, performance, suporte. Lembro de entregar recursos de NFS do Celerra para uma infraestrutura parruda de VMWare e com certeza dava conta do recado.

Porém, como nem tudo são rosas, a EMC trouxe seu substituto.... EMC Isilon que é o assunto de hoje.



Alguns conceitos mudaram em relação ao Celerra, mas basicamente o Isilon provê recursos através de rede, possui seus discos internos com redundância se tornando tolerante a falhas de discos, e trabalha com o recurso de Nodes para expansão de capacidade e redundância.


No Isilon o sistema operacional utilizado pela EMC é o OneFS (nada mais que um Linux customizado).
Neste formato temos um único file system (por isso o nome OneFS) sendo este o responsável por gerenciar file system, volume e proteção de dados, possibilitando crescimento de acordo com a necessidade de negócio.

Para fazer melhor uso de todos os nós do Cluster, o OneFS conta com o recurso AutoBalance para balancear e realocar os dados, fazendo assim melhor uso também da parte de armazenamento.
A função SmartDedupe também trabalha de modo a oferecer melhor uso do armazenamento onde o ganho chega em torno de 35% (claro que depende muito do perfil de dados que será guardado no Isilon).
Todos esses ganhos, size da caixa inicial, etc, é feita pelo time de vendas/arquitetura da EMC onde através de algumas entrevistas e levantamento de informações é possível fazer o desenho de como ficará o projeto bem como os ganhos com a desduplicação.

O post de hoje foi apenas para dar uma ideia deste produto e falar que para quem tiver interesse, é possível no site da EMC baixar uma DEMO baseada em VMWare com manual de instalação e documentações do produto.

Download do Simulador: Isilon Simulator Download
Informações do Isilon: Isilon information
DataSheet Isilon: DataSheet

Vou tentar elaborar um tutorial mais completo em relação a solução bem como o uso do simulador. Combinado?

Até mais pessoal.
:wq!

Nenhum comentário:

Postar um comentário