Anuncios

domingo, 22 de janeiro de 2017

Cisco UCS - Unified computing (Emulator)



Olá pessoal.

Para poder oferecer alto poder de processamento e recursos em larga escala, muitas empresas utilizam servidores sejam eles Dell, HP, IBM, Cisco e até recursos "montados" conforme necessidade. Ou como falamos aqui em São Paulo, servidores montados na Santa Efigênia. =)

O mais tradicional são servidores de poucos U's (unidade de medida de um servidor mediante ao espaço que ele irá ocupar em um rack no data center.
Nestes servidores temos discos que oferecem redundância para não termos a perda do SO ou mesmo para utilizar para o SO e recursos de aplicação. Fontes redundantes em caso de falha não iremos ter o servidor inacessível como um todo. Recursos de rede e em muitos casos controladores de disco SCSI ou HBA - FC para acesso à storage.

Para estruturas mais robustas e empresas que precisam otimizar tais usos de servidores, talvez seja muito mais fácil e melhor adquirir recursos de computação no modelo Blade.
A ideia de Blades são chassis ou caixas de recursos interligados em várias placas que possuem disco (nem sempre), processadores e memória com o conceito de ser umaCPU completa e ainda compartilhar recursos de network e SAN.

Neste formato podemos sacar uma única blade para fazer alguma atividade e não gerar nenhum impacto nas demais, exatamente como é possível fazer com os vários servidores em um único rack.

Hoje se fala muito em infraestrutura convergente, montando assim uma Cloud privada, pública ou até mesmo mista.
Tais recursos de blade ajudam e melhorar este cenário quando pensamos em montar uma caixa/data center para atender isso.

Os racks vBLOCK da VCE oferecem toda essa ideia na prática. Os recursos de computing são utilizados blades Cisco variando entre B-Series e C-Series.

Modelo B-Series
Modelo C-Series


O modelo C-Series é o convencional servidor.
O modelo B-Series pode varias com os modelos Full e Half Blade.

Dentre essa estrutura de blades é possível o uso de recursos de fabric interconnects. Switches que promovem conexão e compatibilidade de todos os chassis com os recursos de blade ou servidores c-series.

Possui uma central única de administração através de software java direto pelo IP de gerenciamento do UCS ou até mesmo um software UCS de gerenciamento centralizado incluindo análise de recursos de performance.

A facilidade do gerenciamento nos permite criar service profiles para cada servidor, assim fazendo com que cada um possua seu recursos, atribuições de wwns e mac address. O ideal quando falamos de ambientes de servidores homogêneos e principalmente ambientes de Hypervisor.

Possuindo conexão com storage, podemos fazer a instalação do SO direto no storage através do recursos boot from SAN. Em último caso, se ocorrer algum problema com a blade ou com o servidor garantimos que o SO estará seguro no lado do storage.

Sabendo que tais recursos não são muito comuns e nem tão fáceis quanto ao acesso para estudos, entendimentos e até mesmo para se ter uma ideia de como isso pode vir a ajudar nossa companhia antes da compra, temos o recursos que pode ser estudado subindo um Emulador em um virtualizador como VM Player.

Segue o link até o momento desta publicação para Download: Cisco UCS Emulator

É necessário  cadastro no site da Cisco para iniciar o download, mas até essa parte tudo sem problemas.

Segue o passo-a-passo para subirmos o Emulador:


  • Abra o VM Player



  • Selecionar o arquivo .OVA que fizemos o download:


  • Escolher o local para onde a VM será importada:



  • Aguardar até que o processo de import finalize para poder dar o PowerOn no UCS:



Como podemos ver no print abaixo, o Emulador é baseado no Linux CentOS =)




  • Assim que terminar o auto-deploy das configurações, será exibida uma tela de login na console do VM Player com o user e password:



  • Irá abrir um menu com as opções que são customizadas para este acesso. Teclando a letra "a", iremos ver os IPs que foram atribuídos:



  • Para o acesso via Browser basta informar o IP do VIP:



Como este recurso utiliza o java, é possível que encontre algum problema. No meu caso, a mensagem se segurança do java quanto ao certificado do UCS bloqueou o processamento do console de acesso.




  • Para liberar, é necessário informar o IP do UCS na parte de segurança do java:



  • Feito a liberação, iremos chegar até a tela de login. Utilize o mesmo informado na console de acesso por linha de comando:



  • E pronto!!! Estamos com acesso ao nosso UCS para dar os próximos passos:



Segue um vídeo com todo o processo: Cisco UCS Emulator - Install

Agora é só iniciar os estudos.
Até a próxima pessoal.

Abs
:wq!

sábado, 21 de janeiro de 2017

Isso é para ontem? Claro, deixa que corremos atrás para entregar!



Olá pessoal, tudo bem?

Por aqui tudo bem, tirando esse dia chuvoso, mas está valendo.

Hoje gostaria de compartilhar algo que venho percebendo em várias companhias e ramos de atividade.
Isso mesmo, não é uma dica técnica, mas é algo que talvez nos faça refletir e querer melhorar e fazer diferente daqui pra frente.

Muitas empresas, dos mais diferentes ramos, e as pessoas que nela trabalham hoje realizam suas atividades mais na base da correria do que do planejamento.
O pior disso tudo é que todos ao redor em sua maioria são capazes e começam a trabalhar desta mesma forma.
Seja por que o prazo é curto, por que a ordem de fazer veio de cima para baixo, por que estão pagando uma "nota preta"... etc. Os motivos nunca vão faltar.

O preço que se paga por isso é estresse, falta de qualidade, coisas sendo implementadas sem sentido, muitas vezes sem utilidade efetiva, gastos desnecessários, pessoas que vivem mais em conflito até consigo mesmas.

Se pararmos para pensar, todos acabamos perdendo.
Hoje é tão comum vermos profissionais indo ao médico com dores diversas (cabeça, braço, costas, dentre outras), não aparece nada nos exames e por fim o diagnóstico do médico é: ESTRESSE.

Essa doença veio para nos atormentar por que demos espaço para ela.

Conforme comentei acima, tudo isso contribui para que muitos profissionais percam o gosto pelo que fazem, acham que escolheram a profissão errada, estão constantemente querendo mudar de empresa achando que o problema é o lugar...

Realmente, hoje em dia isso é uma verdade!!!
Não vou mentir que muitas vezes essas coisas passam por minha cabeça também, afinal de contas estou neste mesmo mercado de trabalho, convivendo com variações de humor, trabalhos dos mais malucos que possam parecer, atividades corridas, mas se temos que responsabilizar alguém, devemos nos responsabilizar em primeiro lugar.

Sim, isso mesmo.
Já comentei em alguns posts que nós somos responsáveis por nossas mudanças, nossas conquistas e por aquilo em que acreditamos e que queremos mudar.

As minhas dicas para isso são:

  • Vamos começar a nos organizar melhor;
  • Entender melhor o que é solicitado;
  • Falar mais... Vamos expor nosso pensamento e comentar  que talvez algo não seja possível como querem... isso faz parte da VERDADE. Hoje temos medo da verdade, por que seremos desafiados a provar o contrário;
  • Tentar entender melhor as pessoas com as quais estamos lidando. Sim, as vezes estamos recebendo uma informação que veio de um "telefone sem fio", quando chega até nós claro que ela chega de forma bem diferente;
  • Vamos ser o mais transparente possível;
  • Confiar mais em nós, principalmente quando temos um grupo grande de pessoas e parece que as atividades não são bem distribuías.
Para está última dica, para não esquecer, vamos lembrar do tio Ben... Tio do Peter Parker (O homem-aranha):

  • Com grandes poderes, vem grandes responsabilidades!

Claro que no nosso caso, os poderes podemos resumir como: Responsabilidade, qualidade, excelência, paciência, dedicação e muitas outras qualidades que deveriam ser padrões no ser humano.
Sim, uma pessoa nunca é igual à outra e é até bom que não seja, mas no quesito trabalho uns 90% ou mais deveria predominar as mesmas qualidades para termos resultados em todas as entregas de forma igual ou equivalente.

Agora o porquê de tudo isso?

Vivendo e aprendendo!!! E com certeza gosto de compartilhar coisas que  venho percebendo e até mesmo fazendo errado para que façamos do nosso ambiente de trabalho um lugar melhor. Afinal de contas, passamos mais tempo lá do que com nossa família, do que fazendo as coisas que gostamos como atividade física, cultural, etc e através do nosso trabalho é que conquistamos o que queremos. OK?

Um forte abraço e vamos fazer a diferença.
Menos pressa, mais qualidade!
Menos estresse, mais qualidade de vida e convivência!

:wq!

sábado, 14 de janeiro de 2017

IBM - Catálogo virtual para navegar linha de equipamentos

Olá pessoal, tudo bem?

A IBM é sem dúvidas uma "gigante" quando o assunto é TI de ponta e recursos para alto processamento e demanda.
As Power Systems, os Storages, AIX dentre outras soluções, podem e agregam muito valor para as empresas que precisam.

Um ponto que se torna complicado é que pequenas e médias empresas talvez não tenham como adquirir produtos da IBM ou mesmo sistemas que não precisem de tal processamento. Devido à isso, não é muito fácil ou comum nossa convivência com estes produtos.

Massssss....
Para todo bom curioso e pessoas que gostam de estudar e conhecer possibilidades, a IBM possui um site interativo onde podemos conhecer os produtos separados por categorias e além disso, fazer um tour virtual para ver todo o equipamento desde seu exterior como seu interior, a forma que é feito crescimento, etc... Informações legais e importantes para cada linha de produtos.

Sem mais demora, segue o site:

IBM Interactive Product Tour Catalog




Agora é só navegar e conhecer um pouco mais sobre os produtos da linha IBM.

Abraço
:wq!

sábado, 7 de janeiro de 2017

Solução NAS - EMC Isilon (Simulador)



Boa noite pessoal, tudo bem?

Nos dias de hoje muitas coisas em relação à infraestrutura estão mudando e principalmente quando falamos de storage.

Hoje é comum termos a ideia de colocar tudo na Nuvem e não se preocupar com a infraestrutura que está sustentando isso tudo, quando falamos de Cloud Privada também onde muitas vezes nossa companhia ou parte dela sequer sabe como funciona a infraestrutura que está por trás daquele portal ou do fluxo onde se solicita os servidores virtuais.

Bem, mesmo com todas essas mudanças, alguns conceitos de storage e do "legado" da infraestrutura do passado é o que vamos levar por toda uma vida até mesmo para fazer analogias e poder abstrair conceitos mais atuais.
O mais certo é que nem todas as empresas estão tão avançadas assim quanto a recursos de infraestrutura, então, temos que saber como funcionam as infraestruturas antigas pois elas ainda são a "nossa" produção.

Um dos tipos de storage mais utilizados até mesmo por seu baixo custo são os storage do tipo NAS (Network attached storage), onde todos os demais servidores e ambientes acessam os recursos de armazenamento através de rede IP.

A performance vai depender muito da configuração e do porte da rede, porém, a maioria senão todos os ambientes podem e conseguem fazer uso de um storage NAS.

Ele pode ser criado à partir de servidores que oferecem uma redundância na camada de discos (RAID) e interfaces de rede no formato BOND (redundância e throughput maior) ou SINGLE, apenas uma interface provendo comunicação sendo assim ponto de falha caso este recurso não esteja funcionando corretamente.

Para a galera que já está entrando no grupo "das antigas" assim como eu... =D, já devem ter ouvido falar de FileServer, FreeNAS, EMC Celerra, EMC Isilon, Netapp... Dentre outros.

Por muito tempo trabalhei com o EMC Celerra!
Fantástico quanto a redundância, capacidade de entrega, performance, suporte. Lembro de entregar recursos de NFS do Celerra para uma infraestrutura parruda de VMWare e com certeza dava conta do recado.

Porém, como nem tudo são rosas, a EMC trouxe seu substituto.... EMC Isilon que é o assunto de hoje.



Alguns conceitos mudaram em relação ao Celerra, mas basicamente o Isilon provê recursos através de rede, possui seus discos internos com redundância se tornando tolerante a falhas de discos, e trabalha com o recurso de Nodes para expansão de capacidade e redundância.


No Isilon o sistema operacional utilizado pela EMC é o OneFS (nada mais que um Linux customizado).
Neste formato temos um único file system (por isso o nome OneFS) sendo este o responsável por gerenciar file system, volume e proteção de dados, possibilitando crescimento de acordo com a necessidade de negócio.

Para fazer melhor uso de todos os nós do Cluster, o OneFS conta com o recurso AutoBalance para balancear e realocar os dados, fazendo assim melhor uso também da parte de armazenamento.
A função SmartDedupe também trabalha de modo a oferecer melhor uso do armazenamento onde o ganho chega em torno de 35% (claro que depende muito do perfil de dados que será guardado no Isilon).
Todos esses ganhos, size da caixa inicial, etc, é feita pelo time de vendas/arquitetura da EMC onde através de algumas entrevistas e levantamento de informações é possível fazer o desenho de como ficará o projeto bem como os ganhos com a desduplicação.

O post de hoje foi apenas para dar uma ideia deste produto e falar que para quem tiver interesse, é possível no site da EMC baixar uma DEMO baseada em VMWare com manual de instalação e documentações do produto.

Download do Simulador: Isilon Simulator Download
Informações do Isilon: Isilon information
DataSheet Isilon: DataSheet

Vou tentar elaborar um tutorial mais completo em relação a solução bem como o uso do simulador. Combinado?

Até mais pessoal.
:wq!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Feliz ano novo - Que venha 2017



Olá pessoal...
Novamente, antes tarde do que nunca!!! 

Passando para desejar à todos um feliz ano novo e que este ano seja de muitas conquistas e realizações para todos.
Agradeço e muito pelo ano que passou e lembrando que não foi apenas uma ano difícil, mas sim um ano onde tivemos que reaprender algumas coisas, tivemos que ter cautelas, enfrentar situações novas, etc...
Com certeza nos fez mais fortes.

E que venha 2017...
:wq!
Abraço